Ensaios

Desde sua fundação, o LAT-EFEI se inseriu no setor elétrico nacional como um importante prestador de serviços, sendo pioneiro na realização de ensaios de impulso atmosférico em transformadores de distribuição. Com a sua constante expansão, hoje o laboratório se destaca pela ampla gama de ensaios oferecidos para os equipamentos da rede de média tensão, seja seguindo procedimentos de normas nacionais ou internacionais, seja por demanda própria do cliente.

PRINCIPAIS ENSAIOS

A seguir estão listados os principais grupos de ensaios que podem ser realizados no LAT-EFEI. A disponibilidade para realização dos ensaios depende dos níveis de tensão/corrente necessários e, assim como outras demandas não listadas, podem ser consultadas através de contato com os nossos colaboradores:

Cabos isolados
Ciclos térmicos;
Impulso atmosférico;
Perdas dielétricas;
Descargas parciais;
Transformadores para instrumentos – TPI, TC e TPC
Ensaios de impulso atmosférico;
Elevação de temperatura;
Ensaio de tensão suportável à frequência industrial a seco no primário;
Curto-circuito;
Medição de descargas parciais;
Medição de capacitância e fator de perdas dielétricas;
Tensão suportável à frequência industrial sob chuva para transformadores de uso externo;
Resistência ôhmica dos enrolamentos;
Medição de corrente de excitação e perdas em vazio;
Determinação da impedância de curto-circuito;
Verificação de marcação de terminais e polaridade;
Ensaios de tensão suportável à frequência industrial nos enrolamentos primários;
Medição de descargas parciais;
Ensaio de tensão suportável à frequência industrial em enrolamentos secundários e entre seções do primário;
Medição de capacitância e fator de perdas dielétricas;
Tensão de radiointerferência (RIV);
Corrente suportável nominal de curta-duração e valor de crista da corrente suportável;
Medição das sobretensões transmitidas;
Tensão de circuito aberto;
Medição da resposta em frequência;
Performance na medição de harmônicos (IEC/TR 61869-103);
Modelagem, simulações e ensaios personalizados para avaliação dielétrica de transformadores para instrumentos.
Religadores
Ensaio de impulso atmosférico;
Tensão aplicada sob chuva;
Elevação de temperatura;
Medição de descargas parciais;
Outros ensaios (sob consulta).
Capacitores
Tensão suportável nominal;
Medição de capacitância e do fator de perdas;
Tensão suportável de impulso atmosférico;
Descarga de curto-circuito;
Tensão residual.
Para-raios
Corrente de fuga;
Tensão residual;
Envelhecimento acelerado;
Suportabilidade do invólucro.
Transformadores de distribuição
Suportabilidade a Impulso Atmosférico (Acreditado);
Suportabilidade a Impulso Atmosférico nos terminas de baixa tensão;
Relação de transformação (Acreditado);
Deslocamento angular (Acreditado);
Polaridade (Acreditado);
Sequência de fases (Acreditado);
Medição de Resistência dos enrolamentos (Acreditado);
Medição da Impedância de curto-circuito e das Perdas em carga (Acreditado);
Medição das Perdas em vazio e Corrente de excitação (Acreditado);
Elevação de temperatura do óleo e dos enrolamentos (Acreditado);
Tensão suportável nominal à frequência industrial;
Tensão induzida;
Resistência de isolamento;
Fator de potência do isolamento;
Medição de harmônicos na corrente de excitação;
Medição de impedância de sequência zero;
Rendimento;
Ruído audível;
RIV.
Escopo Acreditado para ensaios do Programa Brasileiro de Etiquetagem em Transformadores de distribuição em líquido isolante, conforme Portaria Inmetro 378/2010 (complementada pela 510/2016).
Isoladores
Tensão suportável em frequência indústria a seco e sobe chuva;
Tensão de descarga a seco e sob chuva;
Tensão suportável ao impulso atmosférico;
Descargas parciais;
Tensão disruptiva de impulso, poluição artificial (névoa salina);
Dispositivos de manobra
Impulso atmosférico;
Tensão suportável;
Muflas e emendas
Redes compactas
Compatibilidade dielétrica;
Materiais elétricos
Caracterização;
Síntese;
Nanopartículas.